Seja Bem Vindo!

INFORMAÇÕES, CONTEÚDOS PARA SUAS AULAS, CURIOSIDADES E MUITO MAIS!!

Este ambiente virtual pretende orientar leituras e suscitar reflexões e debates. Seja bem vindo! Inscreva-se, participe, envie seus comentários. Dê sua opinião!
________________

domingo, 8 de dezembro de 2013

O jornalismo investigativo de Michael Moore: 4 Documentários Legendados COMPLETOS

Enviado por Tamára Baranov, dom, 08/12/2013             
do Blog do Nassif  
 
Michael Moore é conhecido por ter a coragem de dar a sua opinião em público, o que muitas pessoas não são corajosas o suficiente para fazer, e por isso é respeitado por muitos. Cineasta, documentarista e escritor, Michael Moore nasceu em Flint, Michigan, estudou jornalismo e começou sua carreira escrevendo para o jornal da escola. Depois de abandonar a faculdade e antes de abraçar o cinema, trabalhou como editor da ‘Mother Jones’, uma revista independente, sem fins lucrativos, conhecida por suas reportagens investigativas e que segue os padrões gerais de orientação política da esquerda norte-americana. No cinema, tornou-se um dos mais conhecidos e mais polêmicos documentaristas da América e produziu uma série de filmes documentários e séries de TV, predominantemente sobre o mesmo assunto: ataques a políticos corruptos e à ganância de corporações empresariais.
O seu primeiro filme, ‘Roger & Me’ (1989), é o retrato de uma cidade que um dia foi modelo de bem-estar e entrou na miséria por uma decisão da mesma companhia que a levantou, a ‘General Motors’, que causou o sofrimento de milhares de famílias com o fechamento de onze fábricas em Flint, cidade natal de Moore. O Roger do título é Roger Smith, presidente da ‘General Motors’, que Moore durante dois anos tentou, sem êxito, entrevistar.
Assista abaixo, 4 documentários do cineasta/ativista:

SiCKO é um filme feito em 2007, que fala sobre o Sistema de saúde dos Estados Unidos da América.
Como o título indica pela referência ao termo sick, que quer dizer "doente" esse documentário aborda a saúde por seu lado inverso, a doença, mas não os seus aspectos biológicos e sim sociais e éticos. Aborda a questão da seguridade social e saúde nos Estados Unidos revelando as contradições entre a riqueza do país e má qualidade de vida decorrente da desorganização dos setores de assistência médica pública e privada na lógica capitalista de manutenção dos lucros das seguradoras de saúde, segundo o autor do filme em luta contra os fantasmas do socialismo representado pelo que ele denomina medicina socializada exemplicado pelo sistema médico canadense e inglês.
_______#________
Tiros em Columbine ganhou um Oscar de melhor filme documentário e tem sido admirado e repudiado quase por igual. Estreou nos Estados Unidos em 11 de Outubro de 2002.
Moore sustenta que a maior taxa de homicídios relacionados com armas de fogo nos Estados Unidos não se deve a um maior número de armas de fogo no dito país, já que, como Moore afirma, Canadá também tem uma grande quantidade de armas de fogo e no entanto sua sociedade é muito menos violenta. Então Moore se pergunta: se não se trata do número de armas de fogo na sociedade estadunidense, qual pode ser a causa? Com isto, analisa outras possíveis razões, como o passado violento da nação quando subjugou aos índios norte americanos, porém desmente que seja esse o motivo, já que outros países com um passado tingido de sangue, como Alemanha ou Japão, têm uma taxa de homicídios per capita inferior ao dos Estados Unidos. Também especula a militarização dos Estados Unidos, e toma uma visão pessoal das formas em que a sociedade estadunidense desfruta de uma segurança social muito reduzida em comparação com outros países. Também se fixa na relação do racismo nos Estados Unidos com o temor pela sua própria população negra e se isto contribui a uma maior proliferação de armas na população civil (branca) e uma maior violência.
_______#________
Fahrenheit 9/11 é um documentário americano de 2004, fala sobre as causas e consequências dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, fazendo referência à posterior invasão do Iraque, liderada por esse país e pela Grã-Bretanha. Além disso, tenta decifrar os reais alcances dos vínculos que existiriam entre as famílias do presidente George W. Bush e a de Osama bin Laden.
O título do filme faz referência ao livro Fahrenheit 451 (233°C, que representa a temperatura em que arde o papel), escrito em 1953 por Ray Bradbury, e também aos atentados de 11 de setembro de 2001, já que "11/9" se escreve "9/11" nos países de língua inglesa.
_______#_________
Capitalismo: uma história de amor, centra na crise financeira global de 2007–2009, na transição do governo de George W. Bush para Barack Obama e no pacote de estímulo à economia sancionado pelo último.
Este documentário suscita uma questão crucial: qual é o preço que paga os Estados Unidos por seu amor ao capitalismo? Anos atrás, esse amor parecia bastante inocente. No entanto, hoje o sonho americano parece cada vez mais com um pesadelo, o preço pago pelas famílias que vêem seus empregos desaparecerem, suas casas e suas poupanças. Moore nos leva para as casas de pessoas comuns cujas vidas foram interrompidas, enquanto buscam explicações em Washington e em outros lugares. E o que descobre são sintomas muito familiares de um amor que acaba mal: mentiras, abuso, traição e 14.000 empregos perdidos a cada dia.
 
    

   
 Você poderá gostar também de: The Corporation - Documentário
Conheça todo o conteúdo do Blog Professor VIRTUAL AQUI>>>
Postar um comentário

Você poderá gostar também de: