Seja Bem Vindo!

INFORMAÇÕES, CONTEÚDOS PARA SUAS AULAS, CURIOSIDADES E MUITO MAIS!!

Este ambiente virtual pretende orientar leituras e suscitar reflexões e debates. Seja bem vindo! Inscreva-se, participe, envie seus comentários. Dê sua opinião!
________________

quinta-feira, 31 de março de 2011

31 De Março De 1964: O Dia Do Golpe Militar No Brasil

O golpe de 64 e o direito à verdade 
Por Emiliano José
Fonte: Carta Maior - 31/3/2011


CLIQUE>>> Jornais enaltecem o GOLPE
O 47º aniversário do golpe militar de 31 de março de 1964 é uma boa oportunidade para refletirmos sobre uma grande mancha, uma nódoa moral que mancha a alma brasileira. O golpe militar violentou o Estado de direito, derrubou um presidente constitucional, desrespeitou as liberdades individuais e coletivas e, sobretudo, submeteu o país aos interesses do grande capital nacional e internacional, capital que se acumpliciou inteiramente com o golpe. Os responsáveis pelo golpe militar cometeram um crime de lesa-pátria. E com o Ato Institucional Nº 5 (AI-5), em 13 de dezembro de 1968, os militares radicalizaram a ditadura, institucionalizando o terror de Estado, acabando com quaisquer vestígios de legalidade, e atentando, a partir daí de modo cotidiano, contra os direitos humanos.
Alguns historiadores concluíram, numa explicação rasa, simplista, que a anarquia militar deu origem à ditadura e ao terrorismo de Estado. Penso que não. A ditadura militar e o terrorismo de Estado foram resultado de um planejamento na Escola Superior de Guerra (ESG) que reproduziu pensamentos de guerra de escolas norte- americanas, que não admitiam um governo democrático reformista, progressista, porque era essa a natureza do governo Goulart. Todos os generais-presidentes eram foras-da-lei. Cúmplices na derrubada de um governo constitucional, e também na criação de um ordenamento jurídico autoritário e espúrio.
LEIA MAIS >>>
Veja AQUI, ESPECIAL - 1964: para não esquecer  - FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
ACESSE AQUI, VERSÃO DIGITAL DO LIVRO: Versões e ficções:  o sequestro da história*
Abaixo, trecho da série de reportagens: Os porões da tortura TV RECORD Rodrigo Viana em Itapevi - SP

*  DANIEL AARÃO REIS Fº — ELIO GASPARI - CÉSAR BENJAMIN — FRANKLIN MARTINS
VERA SÍLVIA MAGALHÃES — HELENA SALEM - PAULO MOREIRA LEITE — JORGE NAHAS
MARCELO RIDENTI — ALIPIO FREIRE - CELSO HORTA — EMIR SADER - RENATO TAPAJÓS
IZAÍAS ALMADA — CONSUELO LINS - IDIBAL PIVETA — DULCE MUNIZ
Postar um comentário

Você poderá gostar também de: